Font Size

Screen

Layout

Background

Customize

Corrupção ou Faculdades Incompletas

Corrupção ou Faculdades Incompletas.

  Saudações amigos e guerreiros da luz.

Força e Poder, No Pudim !, Yes Power !, Have Brothers !.  Respect and Honor at the end !

   No dia 17 de Julho de 2016, saí de Brotas, após 16 anos de desenvolvimento, o qual passei a divulga-lo como trabalho sustentável, devido a este desenvolvimento, nunca ter focado apenas o dinheiro, o 'show me the money", mas uma forma de viver, mais conducente com o Ser e mais artística. Embora, possamos conviver em um lugar, em uma comunidade e durante 16 anos morei ali no centro de Brotas, a duas e depois uma quadra do rio Jacaré, não significa que algumas pessoas, que possam conviver conosco ou ter contato, pela rua, em lugares como a padaria ali no centro, possam estar conscientes de "quem somos", o que significava o meu trabalho, o meu desenvolvimento, incluindo todas as minhas experiências.
,
O que pude observar é que a minoria, pode se aproximar de entender coisas que não estão programadas ou em conformidade com sua mente ordinária. Nem que tal pessoa pudesse conviver com você, ou até dizer ser seu amigo, por outro lado, muitas vezes, uma pessoa que nunca conviveu com você, pode perceber muito mais o quem tu és,  pois algumas pessoas tem um desenvolvimento de seu autoconhecimento e espiritualidade mais aguçados do que outros que com suas mentes ordinárias nada podem entender, exceto seu mundo de egos e funcionalidades. Ainda figuram no cenário, mentes que além de ordinárias, esquizofrênicas, neuróticas, que não somam nada ao cenário, só servem de exemplo vivo, dos aspectos desta manifestação esquizofrênica da subespécie humana que prejudica os Seres praticantes do autoconhecimento, da arte, prejudicam a evolução da espécie e o planeta.
A palavra Corrupção origina-se das palavras em latim "Cor", (coração), e  de   "rupta", (quebra,rompimento), que ao pé da letra poderiamos traduzir, como, agir sem coração, agir sem consciência, pois assim como não existe a verdadeira inteligência sem sabedoria, não existe  a verdadeira consciência, sem coração. Embora ela seja comumente usada, na politica, sua abrangência  é muito mais profunda, no entendimento do desalinhamento humano, provocado pela corrupção, que vai contra tudo ensinado, a respeito de amor incondicional, fraternidade, compaixão e  desapego, pois a corrupção dos aspectos virtuósos do Ser, é a raiz, de todas  as formas de corrupção. Como teórico do autoconhecimento, coloco aqui,  a  definição de faculdades incompletas, que  é identificada, na grande massa, com seus sentidos  embotados, atrofiados, ou, ausentes. No caso, a percepção do que é, a intuição,a empatia, e o sexto sentido, são faculdades, que dão vida e luz a consciência, não pertencem ao campo funcional, ou intelectual, com a falta destas faculdades, somadas ao QI de dois digitos, da grande maioria, não é difícil, entender, porque existe uma massa de zumbis, perpetuando o passado e ensinando para seus filhos, nas escolas, faculdades, as mesmas coisas, que levaram ao mesmo catastrófico resultado, uma massa de autômatos, compartimentados em uma consciência esquisofrênica, de acordo com sua conta bancária.

A Ordem dos Praticos de Aventura, faz parte do meu desenvolvimento, no entanto, embora eu tenha divulgado, para a comunidade, nunca conseguiram, realmente participar, somar algo a este desenvolvimento, por exemplo, embora os indicadores de visualização, indiquem que muitos artigos, foram bem visualizados; só restando a muitos, talvez copiar sem dar os créditos merecidos. No entanto, são muitas as evidências e esta é uma delas, um bom termômetro, pois, qual a razão de pessoas do mesmo campo e afins, não alimentarem desenvolvimentos de pessoas, de guerreiros que ao invés de estarem amortecendo seu cérebro, com drogas, praticam o vegetarianismo e rotinas de treinamentos físicos e meditativos ?. Porque, pessoas ao invés apoiarem a evolução, de aprenderem algo e crescer, vivem em função de seu fofoquismo, denegrindo ou tentando bloquear outros, que estão acima de sua mente ordinária, de sua inveja e avareza ?.

Estas não são perguntas sem respostas. Iniciamos uma era de desmascaramento do ego. Podemos observá-lo todos os dias, a corrupção não está só na política ou nas grandes esferas, a corrupção está em todos os lugares ao nosso redor. Todos estão se corrompendo, por muito pouco. Imaginem se estivessem em posições de acesso a dinheiro ou de decisões morais humanas. Não seria nenhuma surpresa ele ou ela roubar e continuar vestindo a sua máscara de "bom caráter", trair seu cônjuge, recusar-se depor na justiça em favor da verdade, alimentar vícios, praticar a calúnia e difamação e misturar-se aos outros, cada um com sua máscara, de "Homem", "bom caráter", "Mulher", "legal", "humilde", "respeitável", todos enganando uns aos outros, fazendo vista grossa, relacionando-se de forma inconsciente, compartimentados em um campo de mentiras e ilusões. E no final, o relacionamento se torna político, pois mesmo que saibam do desvio de caráter do outro, muitas vezes serão tolerantes, por motivos financeiros, por "amizade", por falta de coragem, consciência, caráter, etc . Sem contar, que o sujo, faculdades incompletas, sempre esta sujando os outros ao seu redor, por mais que se tente ajudar, o gambá sempre exala a sua natureza. O pior do fenômeno é a incapacidade de se ver, perceber, recordar os seus atos, perceber que há muito que crescer. E isto ocorre, por que estes tem as faculdades incompletas. Faz parte do crescimento, transcender a sociedade, então, ser saudável do ponto de vista de uma sociedade doente, é ser doente. Esta ilusão, do que é normal, funcional, perpetúa a não percepção de si mesmo e outros, limitados em suas faculdades incomplétas, referentes a uma inteligência além do intelecto, de intuição verdadeira, sexto sentido e percepção do que é. Tais limitações, não permitem ver além de um universo objetivo e subjetivo, criados pela mente coletiva. As faculdades incompletas, criam todas as formas de egos inferiores, escravos sem exceções, independente de sua classe social. Estes por sua vez, fazem de tudo para as satisfações de seus desejos, gerando todas as formas de corrupção, inclusive a corrupção passiva, que não deixa de ser tão grave, quanto outras, pois o indivíduo se exclui da responsabilidade de não perpetuar um crime, uma mentira, uma calúnia, um roubo, etc.

Não seria difícil perceber, que em uma sociedade nestes padrões, muitos crimes contra o Ser e o planeta, são feitos pelos que erguem a bandeira dos "santos", dos "moralistas", dos "vencedores",portanto alguns rotulados, como "maus", "doentes", "incompetentes", podem estar fazendo a coisa certa. .Neste mundo comercial, por exemplo, ser inadimplente é algo que muitos usam, como arma, para atacar quem está nesta situação, no entanto deixar de ser funcional, não deve afetar a dignidade existencial do Ser, pois neste caos financeiro, todos são afetados, sem ter as vezes o que fazer, por outro lado, existem aqueles com dinheiro em suas contas bancárias, que deixam de pagar os menos afortunados, se aproveitando desta situação, ou bloqueiam a subsistência de outros, por uma mera doença de ego, sendo esta a maior inadimplência, relacionada, com a existência, com o Todo, em suas máscaras, escondem sua inveja e avareza. Tornar a sua percepção tão aguçada, a ponto de coisas sombrias e pessoas, se tornarem intolerantes para você, pois você CRESCEU, não é algo que a maioria irá sentir-se bem com isto. No entanto, não existe outro caminho, para aqueles que tem coragem de ir mais além. A conspiração contra a liberdade verdadeira e a paz, flui de forma obscura, através da criação e manipulação de uma sociedade com faculdades incomplétas, vejam o quanto a arte está em extinção, não existem games que não sejam violentos, a arte da vida sendo extinta pela egolatria. São muitas evidências, tantas que os faculdades incomplétas, não percebem, que geram evidências a todos instantes, de sua corrupção, de sua insensatez. Só que não são poucos que estão percebendo, fiquem atentos ao lado sombrio dos mesmos e a queda, de suas mascaras. Infelizmente, qualidade de vida, tem a ver com as mentes, que estão ao nosso redor. Então, como sobreviver em uma cidade pequena, de baixissima qualidade mental ?. Você tem que focar o autoconhecimento, não as pessoas e quando chegar o momento, continuar o caminho vertical, indo para uma comunidade mais elevada, que com certesa o estara esperando, suas qualidades e crescimento no entanto, são uma linguagem universal em todo o mundo. Muita coisa se resume em uma palavra. Respeito. Respect and Honor. Respeito e honra. Se você, consegue ter respeito e honra pelo próximo, é que sabe o que é isso como, Ser. Além das palavras, da política, isto faz parte do seu Ser. A massa de faculdades incompletas, não se respeitam, nem com o que comem ou bebem, nem com o que alimentam suas ordinárias mentes, portanto, seria insensato esperar respeito dos mesmos. Não gera bom karma, nem seria correto, tendo oportunidade, deixar de desmascarar os mesmos. É facil criticar os politicos corruptos e falar isto, ou aquilo , mas na prática, e você?, pode agir de verdade?, você tem coragem?, tem coragem de não morar com um corrupto?, de não apertar a sua mão?, de virar a cara para ele?, de falar na sua cara o que é?, de romper laços com a corrupção?, de desmascarar a corrupção?, de depor em favor da verdade?.  Sua reação a estas perguntas, pode deixar claro, porque somos o país mais sujo e corrupto, da história da humanidade. E porque, muitas vezes o justo não tem apoio e emprego, mas a preferência é dada a ladrões, viciados e outros tipos de incompetentes, nesta sórdida cultura.

Antes de sair de Brotas, lugar para onde nunca mais pretendo voltar, seguindo o princípio de crescimento, do desconhecido, de seguirmos em frente sem olhar para traz, escrevi o capitulo 16 de meu livro, A energia da Colméia, o qual eu compartilho com vocês, nesta jornada.

Capítulo 16

   No passado, povos e tribos, que tinham uma concepção da existência, voltada mais para a presença e para a arte da vida, praticamente não existem mais, como os índios que foram a última dessas expressões da existência. Mas a coisa, não parou por ai, hoje na verdade não existe mais o Ser humano. Infelizmente o que existe por traz de todas as máscaras é o dinheiro. Sem o dinheiro, poder-se-ia dizer que você não é humano, você não é nada, você não terá o que comer, muitas vezes nem agua potável para beber e tampouco um lugar adequado para viver, pois poderá estar em uma selva de pedra e ter que morar embaixo da ponte e as pessoas te olharão, com desprezo, com medo ou nem perceberão que você existe. Se você estiver vestindo trapos e como você não tem nada e é tratado como um nada, você resolver renunciar aos seus trapos e passar a viver literalmente nu, nu como os índios, você será preso, ou tratado como louco, pois você, pode ficar na miséria, jogado, com fome e ninguém se importara com você, mas se ficar nu, todos reagirão, poderão bater em você, estarão te acusando de fazer um abuso, um atentado ao pudor. No entanto, ninguém percebe a verdadeira falta de pudor do sistema, para com o Ser. Você pode observar a natureza, pode ouvir os pássaros cantarem livres, pode fazer uma imersão nela, viajar, mergulhar, etc, mas quase tudo, terá que ter o dinheiro, exceto sua boa vontade, seu sonho, sua disposição, mas se não houver o dinheiro, você não terá os recursos necessários, a ideia de uma vida natural é uma flor de plástico, pois mesmo ela, terá que ser financiada. Que "mundo" nós criamos! Quando assistimos alguns filmes, que a história ocorre em um presídio, podemos observar, suas regras rígidas, tanto do presídio como dos presidiários e todo um plano para fuga. Nosso sistema não é muito diferente, ele é uma grande prisão, uma prisão feita com as grades do dinheiro, a única diferença é que é praticamente impossível fugir dele. Uma coisa deve-se ficar entendida, que a prisão do dinheiro não afeta apenas quem não tem o dinheiro, pois mesmo quem tem o dinheiro, não pode escapar dos efeitos colaterais deste "mundo" financeiro, e infelizmente, até mesmo o planeta e outras espécies não ficaram imunes. Pode-se ver algumas pesquisas, que os maiores índices de suicídio estão nos países ricos, ou pessoas pagando altíssimos valores, para fazer safári e caçar espécies em extinção, para indignação de muitos, sem notar que a natureza do Ser, já foi extinta a muito tempo, somos apenas autômatos de uma prisão, que foi criada pelos manipuladores e aceita, aperfeiçoada e perpetuada até hoje por toda uma massa humana, que seria até errado dizer capitalistas, porque no fundo, não sabem, nem quem são, restando apenas dizer, que são idiotas de ainda perpetuar este "mundo", idiotas de achar que possamos alcançar o máximo individualmente, de não saberem que com a energia da colmeia, poderíamos estar, tanto coletivamente, como individualmente mais elevados, muito mais avançados tecnologicamente e existencialmente, sendo nossos comportamentos, ideias, ciência, voltados para o Ser, para o crescimento de nossa espécie e consciência total. Sendo o "nada fazer" a liberdade, no desenvolvimento da arte da vida, um dos aspectos da coletividade humana, permitindo que as energias fluam naturalmente e floresçam em diversos aspectos da arte da realização humana, que contém a recompensa em si mesma, gerando uma corrente de recursos, com infinitas possibilidades e acima de tudo, sem escravidão, sem a loucura do mais, uma irmandade humana, um todo através da energia da colmeia.

 Ao nos libertarmos das grades do dinheiro, onde a fama, a ganância, a intolerância e o orgulho formam suas quatro paredes, muita energia humana, seria focada em outros desenvolvimentos para crescimento e aprimoramento de nossa espécie em todos os sentidos, como um todo, para o todo, não haveria competições absurdas, de egos inferiores de superioridade, na energia da colmeia, toda espécie humana seria um único time, com festivais de crescimento, a cada temporada de inovação e crescimento comportamental. O dinheiro seria coisa do passado, porque necessidades materiais, não existiriam mais.

Eis outra questão, assim como o Ser humano não existe mais e sim uma máscara humana, onde por detrás está o dinheiro, ou seja todas as coisas, relacionadas com o poder, desejos e outros complexos de inferioridade, superioridade e necessidades materiais. O ser humano ordinário, ou seja a quase totalidade humana do planeta, não pode sequer imaginar um mundo sem necessidades materiais, inclusive o aspecto das necessidades materiais está bem indefinido, dentro da ignorância dos egos ordinários. As necessidades materiais, são uma constante na escravidão humana, formando uma pirâmide que tem como base as necessidades básicas de subsistência, até as satisfações bizarras ou luxuriantes dos egos bilionários, embora nem atentem para o fato da possibilidade de um mundo sem necessidades materiais, pois sua escravidão da matéria vai longe no sentido de que seu materialismo está enraizado em ramificações complexas, dentro de sua mente, do seu consciente e inconsciente, pois, pensamentos são matéria. Como escravos, a maioria perdeu a faculdade de que somos os criadores de nosso universo fenomênico e que a possibilidade de criarmos um novo mundo, está justamente em abandonarmos o passado, velhas fórmulas, e nos tornarmos, cientistas de novos experimentos, tendo consciência de que, não há mais razão para o uso de velhas formulas e permitir o novo está justamente no aspecto de não criarmos rupturas com ele, mas sim com o passado e o julgamento, o autojulgamento, são comportamentos automáticos dos egos ordinários, que se movem através de rompimentos e satisfações egoísticas, inferiores. Os rompimentos o movem de forma que estando nas sombras, a cada contato com a luz há um rompimento, para que sua sombra permaneça. Podemos observar, sempre que em um grupo quando algum assunto é discutido, algum assunto em que apenas um sabe o que é e o restante nada sabe a respeito, haverá rompimentos, que são os aspectos discordantes, de quem nada sabe, mas acredita apenas em uma ideia de sua mente. Não conseguirá acatar a verdade, não conseguirá crescer no conhecimento, nem tampouco apenas absorver o que é, pelo simples fato de não conseguir descartar sua ideia, ele irá criar um rompimento com o novo e permanecerá em sua ignorância, não importando o quanto a verdade se prove contundente, real e irrefutável.

 Desta forma, com sua incapacidade causada pelas barreiras do rompimento, de forma autômata, todos seguem seu dia a dia, de sua falsa consciência, marchando autômato para suas tarefas, onde estarão por oito horas ou mais, presos em seus afazeres e muitos ao saírem, estarão presos a seus afazeres domésticos e assim por diante, desta forma a grande maioria, se esquece de sua verdadeira natureza, seu verdadeiro eu, e passa apenas a viver em seu mundo de máscaras e encenações, vítima de todas as formas de objetivações, vivendo apenas para alimentar o sistema, com seu trabalho escravo e consumindo toda espécie de lixo, que o sistema oferece como necessário, não importando neste caso a situação financeira, pois a diferença entre pessoas com dinheiro e pessoas sem dinheiro é que a primeira, tem mais formas de ser infeliz, enquanto a segunda tem que se contentar com menos formas de ser infeliz, porque jamais haverá verdadeira felicidade em um sistema que tem como base fundamental de sua forma de vida, o medo.

 O medo está inserido em todos os padrões de comportamento criados pelos manipuladores e não poderia deixar de estar na "questão dinheiro". Na cabeça humana o dinheiro produz todas as formas de acumulações e tanto as materiais como psicológicas. As acumulações irão gerar o medo, pois as hipnoses do sistema, relacionadas com status, caráter, segurança, família, competições, desejos, etc... e toda a estrutura que eles criam, estarão ligadas ao fator dinheiro e portanto tem o risco de serem descontinuadas, o que só de pensar, já causa o medo.

 Se a nossa verdadeira revolução, virá do indivíduo, então é de suma importância, irmos diminuindo nossa carga do medo, através da compreensão de que podemos através da energia da colmeia, nos libertarmos dos medos escravizadores usados pelo sistema, inclusive os relacionados as acumulações, tanto materiais, como psicológicas. Através da energia da colmeia, viveríamos em um mundo, onde não haveriam donos, ninguém seria dono de nada, pois tudo seria tido como emprestado, não haveriam acumulações e sim distribuição de recursos o que tornaria a espécie extremamente rica.

   Fim da amostra do capítulo 16, fica o restante para o dia que alguém ler o livro, que sera publicado, primeiramente em inglês.

           
        Não estamos sós. Somos uma legião. Fiquem alertas ao crescimento, embora não seja percebido, nem precisamos fazer alarde, fazer passeatas, etc, nossa força é real, Nosso Ser e atitude, fazem as evidências obscuras do sistema e dos egos virem a tona. Elas  não serão perdoadas, a verdadeira liberdade a revolução do indivíduo, devem  prosperar. A Luz, sempre vence !
        Havera uma ponte aos herdeiros do conhecimento, que tiverem coragem para abandonar o passado e gerar valor primeiro.
          
                              
       Have Brothers !
       No Pudim !!  
       Yes Power !
      Respect and Honor, at the end.

 

 

Pesquise Passagem aérea| Search your Ticket

Forum - Ultimas

  • Não há postagem a mostrar
Você está aqui: Home A Ordem Corrupção ou Faculdades Incompletas